• CIMAH

Orientações sobre aquisição e desenvolvimento da linguagem da criança.

Por volta dos 06 meses de idade a criança começa a aumentar seus balbucios, passa a descobrir a própria voz e a brincar com esta, imitando as entonações da fala do outro, variando sua própria entonação.Com aproximadamente 01 ano de idade a criança começa a produzir as primeiras palavras, que no início são apenas repetições da fala do adulto, mas que à medida que vão sendo interpretadas pelos pais ganham significado para a criança. É importante que a família e os educadores signifiquem e considerem aquilo que é dito pela criança. Mais do que corrigi-la para que fale corretamente é preciso mostrar-lhe a forma correta de se falar, trazendo o que é dito pela criança para um contexto, auxiliando a criança a “escutar-se”, a perceber o quanto ela se faz entendida.

Pode-se dizer que a criança já é considerada um interlocutor constituído (com sua linguagem completamente desenvolvida) por volta dos seis anos de idade, pois já terminou o processo de aquisição de linguagem, sendo capaz de compreender e ser compreendida. Atraso de linguagem: Caracteriza-se em termos mais gerais por quadros nos quais a criança demora muito para começar a falar, ou então, já fala, mas de uma forma difícil de ser entendida, como se fizesse uso de uma “outra língua”. No entanto não se pode diagnosticar um atraso de linguagem sem serem considerados aspectos relacionados à audição, desenvolvimento motor (andar, engatinhar, sustentar o pescoço, retirar as fraldas), questões psicológicas, sociais e etc.

Thais Inocêncio Pires Fonoaudióloga Mestre em Linguagem pela PUC/SP Especialista em problemas de fluência de fala CRFa 2 - 9741

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo